RO - Terça - Feira, 19 de Junho de 2018
Atualizada: 23/02/2018 08:35:17

Acusado de latrocínio e ocultação de cadáver no Pará é preso em Migrantinópolis

O acusado de 25 anos reside na cidade de Presidente Médici.

Acusado de crime de latrocínio (roubo seguido de morte) e ocultação de cadáver no Estado do Pará foi preso pela Polícia Militar do Distrito de Migrantinópolis, pertencente ao município de Novo Horizonte d`Oeste. A prisão ocorreu por volta das 19h30 da noite de quinta-feira (22), na Avenida 25 de Agosto no perímetro urbano do Distrito.

 

De acordo com informações, uma Guarnição de Rádio Patrulha realizava patrulhamento de rotina, quando foi avistado pelos militares, um veículo Volkswagen Saveiro com duas motos na carroceria. Foi realizada uma abordagem policial, e feita uma consulta dos veículos para descobrir a procedência, onde ficou constatado apenas licenciamento atrasado.

 

Já ao realizar uma consulta nominal do condutor do veículo, foi descoberto haver um Mandado de Prisão Preventiva em aberto por crime de latrocínio. A Ordem Judicial foi expedida pelo Tribunal de Justiça do Estado do Estado do Pará, 1ª Vara Única do município de Uruará.

 

O acusado foi identificado como Carlos J. S. G., de 25 anos, que reside na cidade de Presidente Médici. O mesmo recebeu voz de prisão e foi apresentado na Unisp de Nova Brasilândia d`Oeste para providências. Os veículos foram autuados e recolhidos ao pátio da Ciretran. Um menor de 16 anos que estava junto com o acusado foi liberado.