RO - Sábado, 21 de Abril de 2018
Atualizada: 12/12/2017 16:25:42

Campus Cacoal sedia final do curso de Ressocialização Ambiental do MP-RO

Campus Cacoal sedia final do curso de Ressocialização Ambiental do MP-RO

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Cacoal, ofereceu suas instalações para a realização de atividade prática do curso de Ressocialização Ambiental, promovido pelo Ministério Público de Rondônia (MP-RO). O curso teve a participação de dez alunos encaminhados pelo Juizado Especial Criminal da Comarca e sete alunos que assinaram o Termo de Ajustamento de Conduta na Promotoria de Justiça do Meio Ambiente.

 

 

As aulas ocorreram entre os dias 20 a 25 de novembro, com encerramento no campus do IFRO, onde os alunos assistiram a aulas de temática ambiental com foco no projeto de recuperação de nascentes desenvolvido na unidade, além de instruções sobre recuperação de solos. Ao final da atividade teórica, os alunos visitaram a nascente e realizaram uma atividade prática, com o plantio de mudas na área da nascente e da mata ciliar.

 

De acordo com o MP-RO, a atividade tem o objetivo de propiciar a estes alunos “noções ambientais básicas para que possam compreender a efetiva relação homem/natureza e demonstrar em suas vivências a mudança comportamental para uma sadia qualidade de vida”.


Chefe do Departamento de Integração, Ensino, Pesquisa e Extensão (DIEPE), Dierlei dos Santos frisou a importância de o IFRO ter sido escolhido para sediar a atividade.

 

“Creio que esta é uma demonstração da qualidade do trabalho desenvolvido no Instituto, o que enche de orgulho todos os profissionais que atuam no campus. Além disso, cumprimos com essa atividade o nosso papel institucional de estender e compartilhar o conhecimento que acumulamos aqui para a sociedade em geral”, comentou.

 

Diretor-Geral do Campus Cacoal, o professor Davys Sleman também viu a escolha do IFRO para a realização dessa atividade como expressão de valorização do trabalho desenvolvido pela comunidade acadêmica do Instituto. “O modelo de recuperação da nossa nascente já se tornou um símbolo de cuidado com o meio ambiente, utilizado pela Promotoria para uma finalidade tão importante. É momento de valorizar nossos profissionais e também a equipe da prefeitura, na pessoa do Jorge Murer, que uniram forças para propiciar isso ao nosso campus”, destacou.