RO - Domingo, 22 de Outubro de 2017
Atualizada: 09/10/2017 10:15:22

Coluna Porta Aberta, por Fernando Garcia

Coluna Porta Aberta, por Fernando Garcia

MAS ATENÇÃO

A Secretaria de Obras públicas do Município de Rolim de Moura, precisa observar melhor os lugares críticos em pleno centro da cidade, os tampões foram arrancados por vândalos e precisa de reposição. Além do lixo que termina penetrando nas bocas de lobo, o perigo é constante, visto que populares poderão cair dentro dessas aberturas que virou verdadeiras armadilhas.

 

CALAFETAR    

Geralmente elas são colocadas nas esquinas das ruas e avenidas, para captar as águas fluviais, principalmente em épocas do rigoroso inverno amazônico. Esse material se não colocar e chumbar de forma correta, é  arrancado por vadios e, vendidos no mercado paralelo a preços razoáveis. Se a prefeitura não tomar providências cabíveis, muitos motoristas irão cair dentro dos buracos, sem falar nas pessoas que transitam no local na parte da noite.  

 

FALÁCIAS

Os comentários entre os comerciantes e prestadores de serviços da rodoviária, é sobre um recurso que vai construir uma nova rodoviária no local, a partir do próximo ano. Muitas cogitações e muitos pontos de vistas sobre o assunto, em diversos estabelecimentos e na área livre da rodoviária. Eles não sabem, que a construção de uma nova rodoviária em Rolim de Moura, vai depender de resultados políticos ano que vem, podendo ser no mesmo local ou em outra localidade.

 

PRÓXIMO ANO

Ao que tudo indica, as águas já estão perto de ser mandadas por São Pedro, e a reforma da Câmara de Vereadores, vai ficar mesmo para o período chuvoso, se correr tudo normal dentro da programação financeira, onde pode se dizer que o orçamento que ficou para o atual presidente foi bastante reduzido. Para que alguns vereadores adentrassem  seus gabinetes, foram  necessárias algumas meias-solas, faltando muita coisa, inclusive a troca geral da cobertura que já ultrapassa mais de trinta anos.

 

PRECISANDO

Está difícil, mas a prefeitura de Rolim de Moura, vai ter que estender a construção de estacionamentos nos canteiros em frete a Câmara de Vereadores, posto que a maioria dos veículos que por ali circulam  necessitam estacionar, estão ficando um atrás do outro, contrariando a legislação de trânsito. Outra localidade também que carece do mesmo serviço, é na rua Rio Branco, onde existe vários órgãos públicos, como Inss, Emater, Sefaz, Acirm, Correios e o Cartório.

 

RESGATANDO

Parece que o tradicional Natal de Luzes, iniciado ainda em meados dos anos noventa, estará voltando neste ano com muito estilo. Pelo andar da carruagem, a prefeitura, Acirm, e a igreja católica, deverão manter parceria para que tudo ocorra de forma perfeita. Ainda bem que o prefeito Luizão do Trento, aos poucos vai resgatando uma tradição que a população se enche de encantos, principalmente se tiver incentivo para escolherem as melhores casas e os melhores estabelecimentos com suas decorações.

 

RESGATANDO L

O município de Rolim de Moura, precisa voltar ao tempo com as festas tradicionais como o carnaval, o natal e a festa do tambaqui, ambas reuniam milhares de pessoas, deixando uma boa movimentação financeira no comércio, onde bares, restaurantes, e a rede hoteleira, agradecia  pela frequência dos turistas que permaneciam em nossa cidade.  Decorridos quase doze anos depois, o calendário a cidade perdeu sua referência no calendário turístico.   

 

RECLAMAÇÕES

A campanha promovida pela Associação Comercial e Industrial de Rolim de Moura, no mês passado, encabeçada como Liquida Rolim, não deve ter atingido o objetivo, uma vez que houve muitas reclamações sobre o preço dos produtos expostos à venda. Segundo uma consumidora, campanhas anteriores foram mais salutares para os compradores, enquanto essa campanha, os proprietários das lojas castigaram nos preços.

 

INSATISFEITOS

 ”Geralmente nas campanhas passadas, os preços eram bastantes acessíveis mas desta vez não houve quase diferença, salientou a consumidora, pois elevaram os preços para amenizar o mínimo possível.” Várias donas de casas deveras reclamaram dos preços desse ano, e acham que se fosse para liquidar de verdade os lojistas fariam preços convidativos.

 

BREU PURO

Muitas reclamações dos moradores de bairros, quanto ao sistema precário de iluminação pública, onde em uma quadra chega está completamente no escuro, por falta de luminárias. A maior preocupação das mães, são com as filhas adolescentes que estudam na parte noturna, onde sempre são assediadas por alguns tarados, na saída dos colégios.

 

FÉ ABALADA

A fé de alguns fiéis, estão ficando completamente abaladas, pois o grande numero de igrejas evangélicas abandonadas são muitas na cidade. Outras por causa da falta de fiéis, constantemente mudam de endereços, porque não conseguem captar recursos para saldar os compromissos com os mensageiros da fé e outras despesas. Tem igrejas na cidade que já mudaram de endereços várias vezes, talvez, tentando um local de fácil aproximação do público.

 

ATRAVESSADORES

Com a crise que vem assolando o Brasil, Em Rolim de Moura, não poderia ser diferente e, podemos analisar essa situação nas feiras livres da cidade, que a cada dia são menos compradores. Assim que inaugurar o Feirão do Produtor, a figura do atravessador vai desaparecer sensivelmente nas feiras livres da cidade, ficando apenas os que produzem, onde venderão com melhor qualidade seus produtos.