RO - Segunda - Feira, 21 de Maio de 2018
Atualizada: 28/12/2017 11:25:53

Prefeito Carlos Borges reassume cargo em Alta Floresta

O prefeito foi afastado das funções públicas por 90 dias.

Depois de 14 dias afastado do cargo, o prefeito Carlos Borges (PP), reassumiu na última terça-feira (26), a prefeitura de Alta Floresta do Oeste. Borges foi reconduzido ao cargo por meio de uma liminar concedida pelo Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO).

 

O prefeito foi afastado das funções públicas por 90 dias após a Operação Fáeton, deflagrada no dia 12 de dezembro pelo Ministério Público de Rondônia (MP-RO) em parceria com a Polícia Civil, que investiga suposta fraude na licitação do transporte público escolar. Como o vice-prefeito da cidade morreu afogado, no mês de janeiro deste ano, a prefeitura foi assumida pelo presidente da Câmara de Vereadores.

 

o prefeito Carlos Borges disse que a licitação com a empresa vencedora da licitação do transporte escolar foi realizada na gestão anterior, e negou participação nas supostas irregularidades apontadas na operação. Borges revelou também que ainda não sabe se vai acatar as recomendações do MP-RO. “Ainda estamos analisando a situação com o setor jurídico da prefeitura, por isso ainda não temos formulada a decisão tomada em relação as recomendações”, esclarece.

 

A reportagem também entrou em contato com o Ministério Público em Alta Floresta para saber se irá recorrer da decisão da Justiça. Porém, o promotor Matheus Kuhn informou que em razão da decisão ter sido deferida pelo TJ-RO será o CAEX que deve recorrer da medida liminar. No entanto, devido recesso que se estende de 20 de dezembro de 2017 a 06 de janeiro de 2018, o órgão não respondeu os questionamentos.