RO - Segunda - Feira, 23 de Julho de 2018
Atualizada: 30/01/2018 23:14:42

Rondônia supera crise na indústria frigorífica e fecha 2017 em alta

Redução do imposto sobre a carne ajudou o mercado e a produção.

O setor de carne bovina em Rondônia fechou o ano de 2017 operando em alta, segundo divulgou o Governo do Estado nesta terça-feira (30). Produtores e empresários da indústria frigorífica comemoraram o fato, já que o ano passado foi marcado pela Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, que resultou na interdição de diversos frigoríficos.

 

O resultado positivo é atribuído à intervenção do governo que através de um decreto, autorizou a redução do imposto sobre a carne em 80% nas operações interestaduais com gado bovino em pé. A carga tributária resultante, conforme o decreto, ficou equivalente a aplicação do percentual de 2,4% sobre o valor da operação.

 

A autorização foi limitada a 650 mil cabeças. Na nota, o coordenador da Receita Estadual, Wilson César de Carvalho, diz que a medida foi suficiente para restabelecer a normalidade e o mercado interno reagiu positivamente com os frigoríficos voltando a adquirir bois dos pecuaristas locais.

 

Segundo o que foi divulgado pelo executivo estadual, em 2017, Rondônia superou a marca de 14 milhões de cabeças de bovinos e bubalinos, consolidando a pecuária como a cadeia produtiva predominante no Estado.